Tela Infinita: Qual a película certa para tela grande ou curva?

As marcas garantem que os celulares estão cada vez mais resistentes, mas quem aí tem coragem de sair com um top de linha sem proteção? A tela infinita é uma funcionalidade que vem sendo cada vez mais procurada pelos consumidores que desejam adquirir aparelhos smartphone. Com o surgimento de cada vez mais aparelhos com telas infinitas e bordas curvas, surge a dúvida: tem como proteger?

 

A boa notícia é que, sim, existem películas e capinhas para os modelos de design inovador. Este artigo vai explicar como funciona a tela infinita e te dar dicas de como escolher a película protetora ideal para o seu celular.

Celulares com tela infinita

O celular com tela infinita é também conhecido como Infinity Display. O display acompanha o vidro frontal do celular até as pontas, trazendo um maior aproveitamento da frente do aparelho. As bordas do aparelho são finas e apresentam um design mais longo e rebuscado, causando uma sensação como se a imagem da tela transbordasse.

 

O principal diferencial desses modelos é aumentar bastante o display do celular, sem elevar o tamanho do dispositivo na mão dos usuários. Tudo isso com uma meta: melhorar a experiência do usuário com vídeos. Essa funcionalidade traz uma maior imersão e interatividade no momento de assistir a vídeos e outros tipos de conteúdos visuais na tela do aparelho já que cada vez mais os smartphones viram “TVs portáteis” em que o usuário assiste Netflix, YouTube e outros aplicativos de vídeo.

 

O celular com tela infinita não apresenta bordas laterais na sua estrutura. Isso significa que o consumidor pode aproveitar ao máximo a largura do smartphone. Por outro lado, ele não se torna largo demais, a ponto de tornar o uso desconfortável. Ele pode ser facilmente manuseado pelos usuários.

 

Modelos de celulares lançados com a tela infinita
Conheça, a seguir, alguns celulares que foram lançados com a funcionalidade da tela infinita.

Xiaomi Redmi 9A Dual SIM Sky Blue

O Redmi 9A é um smartphone Android completo, que não tem muito a invejar aos mais avançados dispositivos. Surpreendente é sua tela Touchscreen de 6.53 polegadas, que coloca esse Redmi no topo de sua categoria. A resolução também é alta: 1600×720 pixel. É um produto com poucos concorrentes em termos de multimídia graças à câmera de 13 megapixels que permite ao Redmi 9A tirar fotos fantásticas com uma resolução de 4128×3096 pixels e gravar vídeos em alta definição (Full HD) com uma resolução de 1920×1080 pixels.

Galaxy J8

 

 

A tela do Galaxy J8 apresenta 6 polegadas do tipo Super AMOLED e com a proporção de 18.5: 9. O formato é HD+ e com a resolução de 1480 x 720 pixels. A resolução não é do tipo full HD. Apesar de não fornecer uma grande riqueza de detalhes, trata-se de uma ótima opção para quem deseja assistir filmes de qualidade em plataformas de streaming, como a Netflix.

 

Além disso, o processador é do tipo octa-core com tamanho de até 1,8 GHz. A memória RAM contém 4 GB e o armazenamento total comporta até 64 GB. A câmera traseira dupla apresenta 13 MP (f/1.7) e a outra 5 MP (f/1.9). Por sua vez, a câmera frontal contém 16 MP (f/1.9). O armazenamento interno é de 64 GB e expansível para até 256 GB por meio de cartão microSD.

Zenfone Max Shot

O Zenfone Max Shot da Asus tem a tela estendida do tipo IPS contendo o tamanho de 6,26 polegadas (com a resolução de 2280 x 1080 pixels) e IPS LCD. O tamanho da tela é na proporção 18,7:9. A sua resolução é Full HD+, funcionalidade que traz uma ótima experiência para o usuário que gosta de assistir a filmes e conteúdos interativos e se divertir com jogos online.

 

O celular trabalha com o sistema operacional Android 8.1 Oreo. O processador é do tipo octa-core de 1,8 GHz + GPU Adreno 506. Além disso, o aparelho utiliza o Módulo Qualcomm Snapdragon SiP1, que é um tipo de chip de alta capacidade cuja função é abrigar componentes como a memória RAM, ROM e processador de forma mais compacta. A memória RAM é de 3 GB ou 4 GB. O armazenamento da memória está disponível em dois tamanhos também: 32 GB ou 64 GB. Além disso, o Zenfone Max Shot tem bateria de longa duração (4.000 mAh).

Celular Xiaomi Redmi 9A

Redmi Note 8 – All-Star com câmera quádrupla de 48MP. Mais do que apenas imagens ultra nítidas, retratos, grande angular e macro, têm tudo. A câmera anti-distorção de 120° e ultra-grande angular permite uma visão mais ampla para fotos impressionantes da paisagem, grave suas belas viagens.

Galaxy Note 9

O Galaxy Note 9 apresenta uma tela de 6,4 polegadas do tipo Super AMOLED Quad HD+, contendo uma resolução de 2960 x 1440 pixels. O armazenamento é de 128 GB ou 512 GB. A memória RAM é de 6 GB ou 8 GB com um processador octa-core de até 2,8 GHz.

 

A tela infinita é uma ótima tendência que veio para ficar. Essa nova funcionalidade trouxe maior imersão, sensação de espaço e mais dinamicidade para os displays dos aparelhos. Nesse sentido, é necessário produzir capas e películas adaptadas para a tela infinita ou curva. Que tal começar a se adaptar a essa nova realidade mas manter o seu aparelho seguro? Então conheça as capas de proteção mais resistentes do mercado.

Escolher película para o celular tela infinita

Para evitar gastos inesperados e aumentar a vida útil do celular, muita gente opta pela aplicação das películas. Fixadas na tela do aparelho, elas prometem protegê-lo de quedas e arranhões e costumam custar entre R$ 40 a R$ 180, bem menos que a troca de uma tela quebrada.

 

Porém, com tantas opções disponíveis, é comum que muita gente tenha dúvidas na hora de escolher a mais adequada para preservar o aparelho. Se você é uma delas, confira as dicas.

Película 6D


Uma novidade que vem chamando atenção é a película 6D. Apesar de existirem diversas formas de proteção para smartphones, o produto promete maior segurança sem prejudicar nenhuma das funções do celular.

 

As fabricantes garantem que o material é feito a partir de vidro temperado, com robustez inferior, apenas, a do diamante. Assim, a película é capaz de suportar alto impacto, até mesmo contra batidas de martelo e riscos de estilete.

De PET

O polietileno é um tipo de plástico normalmente encontrado em garrafas PET e outros recipientes de alimentos. A película fabricada com esse material fornece proteção contra riscos e são baratas, leves e finas. Além disso, são ideais para smartphones de tela curva. Um dos pontos contras, no entanto, é que o material tem aspecto mais brilhante, o que pode incomodar alguns utilizadores.

De gel

As películas de TPU, também conhecidas por hidrogel, são uma boa opção para quem carrega o aparelho dentro de bolsa, pois evita arranhões causados pelo atrito com outros objetos. Elas também são interessantes para celulares com telas infinitas ou curvas, pois sua estrutura maleável se adapta melhor que as opções convencionais.

Líquida


Parece incrível, mas dá para proteger a tela do celular apenas passando um líquido e deixando secar. Essa é a promessa da Nanofixit, uma película à base de água com partículas de titânio que penetram nas microfissuras do vidro do display e o deixam mais duro. Além de servir de escudo contra arranhões, o composto alega reduzir até 92% da radiação emitida por celulares e tablets, e proteger contra leves respingos.

O produto pode ser usado em qualquer dispositivo com tela de vidro. Por se tratar de um líquido, não há problemas de compatibilidade. No Brasil, é possível encontrar essa alternativa com valores entre R$ 70 e R$ 100.

Mais privacidade


As películas de privacidade vêm para acabar com o inconveniente de bisbilhotarem o que você está vendo no celular. Elas possuem uma tecnologia que bloqueia a visão lateral do aparelho, permitindo apenas que quem está imediatamente à frente do display consiga enxergar seu conteúdo. O preço médio da película de privacidade varia de R$ 50 e R$ 170, dependendo do modelo do aparelho.

Qual película é melhor?

A resposta para esta pergunta é: depende de como você usa o seu smartphone. Segundo os especialistas, as películas mais comuns são as de acrílico, gel, silicone, PET, TPU e vidro. As de acrílico, gel e/ou silicone são as mais vendidas, por serem as mais baratas. Elas são boas para absorver o impacto, mas com o tempo podem prejudicar a sensibilidade ao toque da tela, deixando a resposta mais lenta.

A PET geralmente é mais fina e flexível, além de não ser tão cara. Ela é boa para evitar riscos e não altera o design do celular. Por outro lado, não resiste tanto a impactos e se desgasta mais rápido, ou seja, você vai precisar trocá-la mais vezes.

Já a película de TPU é feita com um gel flexível reforçado e tem boa absorção de impacto. Por isso, ela é interessante para quem é muito desastrado. A parte ruim é que ela é menos resistente a riscos e também precisa ser substituída com maior frequência. A de vidro é mais cara, mas é a que melhor protege o seu celular. Ela funciona como uma segunda tela no celular e absorve o impacto em caso de quedas.

Uma boa dic é desconfiar de películas muito baratas ou que promete milagres. Em alguns casos, o material pode não proteger o celular como deve. Outra dica é que a película deve proteger toda a tela, inclusive as extremidades do celular. Assim, você terá segurança para aproveitar o seu aparelho novo por mais tempo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Carrinho (0)

Cart is empty Seu carrinho está vazio.

Vo Levar Xiaomi BH

O preço mais barato de Xiaomi em BH



Precisando de ajuda?